Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

20 Outubro de 2020 | 16h49 - Actualizado em 20 Outubro de 2020 | 16h49

PIIM financia construção de pontes em Caluquembe

Caluquembe - Duzentos e 40 milhões de kwanzas é o montante disponibilizado pela administração municipal de Caluquembe, província da Huíla, para a construção de dez pontes de betão, cujas obras estão em execução há já dois meses, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huíla: Ponte degradada

Foto: Morais Silva (arquivo)

Das pontes, quatro estão a ser erguidas no percurso entre a comuna sede o sector de Dende (a 35 km da sede), sendo que as referidas infraestruturas possuem dez metros de comprimento e quatro de largura.

No mesmo quadro, mais três pontes estão a ser erguidas no troço Calepi-Chongoroi (Benguela), a 55 km da vila sede, e igual número (de pontes) no troço entre a comuna da Negola e o vizinho município de Chicomba, mais precisamente, a 70 quilómetros da sede, essas últimas com 12 metros, cada.

Seis dessas pontes têm a empreitada na fase de colocação da estrutura de suporte, estando previsto para Novembro o início da instalação do tabuleiro, enquanto outras quatro se encontram na fase de fundações para os pilares.

O PIIM no município de Caluquembe tem um montante de mais de quatro mil milhões de kwanzas, para 16 projectos, em que estradas secundárias e pontes mereceram uma atenção especial, dado altos níveis de produtividade nas comunas de Calepi e Negola.

Potencialmente agrícola, Caluquembe é o maior produtor de café na província da Huíla, com quase mil e quinhentas toneladas/ano e uma dos que mais produz milho, com 45 mil toneladas, mas parte da produção acaba sempre perdida devido a degradação das vias, sobretudo das pontes.

Em declarações à ANGOP esta terça-feira, a administradora local, Mariana Soma, afirmou que as obras vão durar sete meses e espera que a sua conclusão venha a melhorar a mobilidade de pessoas e bens na região.

Entretanto, advertiu os empreiteiros no sentido de acelerarem a conclusão das empreitadas, pois o “governo cumpriu com a sua parte, adiantando os pagamentos”.

Referiu que estão igualmente em curso, a construção de três escolas do ensino primário e secundário para albergar mais de mil e 500 alunos.

Com 215 mil e 960 mil habitantes, Caluquembe é limitado a norte pelo município da Ganda, a leste por Caconda, Matala e Chicomba, a sul por Quipungo e a oste pelos municípios da Cacula, Quilengues e Chongorói, este último pertencente a Benguela.

Assuntos Pontes   Província » Huíla  

Leia também
  • 13/10/2020 11:04:37

    Huíla: Reposta circulação entre Caluquembe e Caconda

    Caconda - Sete dias após o desabamento da passagem hidráulica entre os municípios de Caluquembe e Cancoda, o tráfego rodoviário foi reposto segunda-feira neste troço, com a reparação da ponte.

  • 29/09/2020 19:24:23

    Pontes no Chipindo carecem de reabilitação urgente

    Chipindo - Três pontes sobre os rios Tchiconde, Tchikuanho e Elombo, no troço que liga o Cuvango à sede municipal do Chipindo, passando pela comuna do Bunjei, na província da Huíla, carecem de reabilitação urgente, dado o risco de desabamento iminente.

  • 28/09/2020 19:15:06

    Galangue tem vias de acesso melhoradas

    Lubango - Nove quilómetros de estrada, dos 28 correspondentes ao troço rodoviário do desvio de Chipindo à comuna de Galangue, no Cuvango, foram terraplanados, no primeiro mês de obras inseridas no Plano Integrado de Intervenção nos municípios (PIIM).