Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

30 Outubro de 2020 | 12h40 - Actualizado em 30 Outubro de 2020 | 12h40

Doadas 50 unidades de sangue ao Hospital Central do Huambo

Huambo - Cinquenta unidades de sangue foram doados, esta sexta-feira, ao Hospital Central do Huambo, numa iniciativa da Delegação local da ANGOP, em parceria com a Brigada Jovens Solidários e da Força Aérea Nacional (FAN).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O gesto, inserido no quadro das festividades do 45º aniversário da ANGOP, assinalado esta sexta-feira (30 de Outubro),  serviu para acudir o “grito de socorro” da maior unidade hospitalar da província, que nos últimos meses se debate com a carência de sangue.

Para o efeito, foram mobilizados estudantes dos colégios Politécnicos Maya, Rafrac, membros da Brigada Jovens Solidários, da Junta Regional dos Escuteiros e o efectivo da Força Área Nacional (FAN), destacado no aeródromo de manobra da província do Huambo.

Com uma média de 29 hemotransfusões, estas são essencialmente para socorrer pacientes com malária, anemia severa, malnutrição,  pessoas vítimas de acidentes  de viação  e casos relacionados com o pós-parto nesta unidade sanitária.

Actualmente, o centro de hemoterapia do hospital regional tem um stock de 23 litros de sangue, considerado insuficiente nesta fase em que o número doadores reduziu significativamente por consequência da pandemia da Covid-19.

Na ocasião, a supervisora do banco de sangue na província do Huambo, Mística Pintar, referiu que, nesta fase da pandemia da Covid-19, contam apenas com  doadores familiares para ajudar a salvar os doentes com maior necessidade internados no hospital regional.

Por este motivo, apelou às organizações sociais a fazer doações de sangue para o reforço do  stock do hospital, uma vez que nesta altura encontram-se em níveis baixos para apoiar os doentes ali internados sem possibilidade financeira.

Ainda por ocasião do aniversário da ANGOP, a governadora da província do Huambo, Lotti Nolika, felicitou os profissionais desta única agência noticiosa do país, encorajando-os a prosseguir os seus objectivos em prol da garantia da qualidade da informação à sociedade.

Numa mensagem de felicitações, a governante reconhece o empenho, a dedicação e espírito de entrega dos profissionais da ANGOP, que, de forma  abnegada, tudo  fazem para  que a notícia  chegue  ao seu publico independentemente  das adversidades  com as quais  se deparam  no dia-a-dia.

A ANGOP  foi criada em Julho de 1975, com a denominação  de Agencia  Nacional  Angola Press(ANAP) no inicio, os seus trabalhos eram distribuído sob forma de  boletim imprenso, até que, no dia 30 de Outubro do mesmo ano , lançou o seu primeiro despacho telegráfico, passando assim se comemorar nesta data , anualmente, o seu aniversario.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também